Área pública no Monte Cristo é revitalizada em 24 horas por voluntários durante gincana global

Área pública no Monte Cristo é revitalizada em 24 horas por voluntários durante gincana global

Missão do desafio mundial Play The Call, que também acontece em São Paulo, Manaus e Salvador, mobilizou 30 pessoas para construção de praça em comunidade da capital catarinense

Em nada mais do que 24 horas de trabalho, um terreno de 600 m² localizado ao lado da creche Joel Rogério de Freitas, na Rua Mauro de Carvalho, no Monte Cristo, ficou de cara nova. Cerca de 30 voluntários deixaram de lado as obrigações pessoais dos últimos dois dias para se dedicarem ao espaço. O resultado foi entregue à comunidade na tarde desta terça-feira, 16, às 16h: um terreno revitalizado com horta, pomar, composteira, bancos em pallet e muro grafitado.

Acompanhe todas as notícias da Grande Florianópolis

O líder da comunidade Monte Cristo, em Florianópolis, Francisco dos Santos, tinha na cabeça há meses a ideia de investir na área, que fica em frente à sua casa. Ao lado, há um campinho de futebol utilizado por crianças e adolescentes do bairro. Mas ele sempre acreditou que poderia ser feito mais no local, principalmente para os pequenos que vivem no bairro.

— Enquanto os maiores jogavam bola, os menores não tinham para onde ir brincar. E acabavam expostos ao perigo dos carros que passam na rua, para não dizer outras coisas… — conta seu Chico.

Horta, composteira, bancos e grafites fizeram parte do trabalho. Foto: Felipe Carneiro/Agência RBS

Ajuda veio de ONGs

O empurrão que o representante comunitário teve para tirar o projeto de revitalização da área comunitária institucional (ACI) do papel veio quando quatro organizações não governamentais (ONGs) — Social Good Brasil, Instituto Comunitário (ICom), FabLab e Mutua — entraram em contato com ele. As ONGs foram as mobilizadoras para a captação de recursos material e pessoal em prol de uma missão do projeto denominado Play The Call, que busca a transformação social em vários lugares do mundo. A gincana global pretende mobilizar 2 bilhões de pessoas em quatro anos.

— Acreditamos no potencial que as crianças têm para salvar o mundo. Como se fossem, de fato, super-heróis. Aqui no Monte Cristo, as ONGs cumpriram o papel das crianças para entregar um espaço de convivência à comunidade, que é bastante carente em políticas públicas — explica o paulista idealizador do projeto, Edgard Gouveia Jr.

Líder da comunidade do Monte Cristo diz que está sonhando de olhos abertos com mutirão dos voluntários. Foto: Felipe Carneiro/Agência RBS

Projeto faz parte da programação da Bienal de Design

A intervenção é uma ação paralela da Bienal Brasileira de Design em Florianópolis organizada pelo Play The Call — gincana que acredita em crianças e jovens como forças mobilizadoras para realizar a transformação do planeta de maneira rápida, divertida e sem colocar a mão no bolso.

No início da manhã da última segunda-feira, 15, a organização do projeto revelou o local escolhido para a ação na capital catarinense e, partir daí, foram divididos três grupos de trabalho para a realização das atividades em 24 horas: mobiliário urbano; hortas e paisagismo; e resíduos e reciclagem.

A estudante Marcela Sielski, que faz parte da equipe do Social Good Brasil, ficou em um deles e colocou a mão na massa:

— Não sou especialista em nenhuma dessas atividades, mas estou aqui me doando da maneira que posso porque acredito na força do coletivo para transformar uma realidade — arrisca. Assim como os outros voluntários, ela também atuou na captação de areia, brita, tinta, pneus, plantas, madeira e todos os outros materiais necessários à obra.

O líder do Monte Cristo, seu Chico, promete que irá fiscalizar a manutenção do espaço público construído em tão pouco tempo.

— Estamos sonhando de olhos abertos, porque a área de convivência já é uma realidade. Nós todos vamos cuidar da praça, porque ela é nossa — acredita.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.